Top 10 curiosidades sobre Cobras

Existem animais que causam repulsa e pavor nas pessoas e as cobras são bichos assim. Répteis que habitam na Terra há milhões de anos (como os crocodilos e jacarés, por exemplo), esses interessantes animais são, ao seu modo, fascinantes, apesar de algumas espécies serem bastante venenosas e até mesmo mortais para nós, seres humanos. Ainda assim, são criaturas que merecem a nossa atenção, e se observarmos bem, são cheias de curiosidades interessantes, que vão desde os seus hábitos alimentares, até sua história evolutiva como um todo. Peculiaridades essas, que vamos falar agora, nesta lista com algumas curiosidades sobre cobras bem intrigantes.

 

Curiosidades sobre Cobras


10 A digestão leva um tempão


A digestão leva um tempãoSe existe um animal na natureza que é sossegado demais para digerir um alimento, e esse é a cobra. Basicamente todas elas comem a cada 15 dias, e o processo digestivo pode durar até dias para terminar. No entanto, a demora se deve ao fato de que todos esses répteis engolem seu alimento de uma única vez, sem mastigar. Elas simplesmente injetam veneno em suas vítimas, ou as matam se enrolando nelas até sufocarem, e engolem a presa de vez. Não é à toa que, muitas vezes, as cobras em geral se alimentam de animais maiores do que elas em termos de envergadura.


9 Olfato pela língua


Olfato pela línguaDentre as curiosidades sobre cobras, você sabia que, apesar de terem narinas, elas sentem cheiro por meio de sua língua, pois as narinas servem para respiração e nada mais. Na verdade, esse órgão é dividido em duas partes bem distintas, o que auxilia na hora de detectar os mais diferentes odores de todos os lados. No processo de sentir o cheiro das coisas, a língua das cobras capta as moléculas de odor, onde os dois sensores das extremidades do órgão mandam a informação para o cérebro das serpentes. Ou seja, é dessa forma que elas percebem em qual direção está se movimentando a sua presa ou inimigo natural.


8 Todas as cobras possuem toxinas, mas…


Todas as cobras possuem toxinasDe um modo geral, podemos dizer que todas as espécies existentes de serpentes possuem substâncias tóxicas em sua boca, mas somente algumas possuem a capacidade de injetá-las. Isso acontece por um motivo bem simples: é preciso dentes especiais para conseguir injetar essas substâncias. Inclusive, o veneno dessas que não conseguem injetá-lo, misturado à saliva, funciona exclusivamente na digestão dos alimentos, algo que, como vimos, não é nem um pouco fácil para esses animais. As que conseguem usar essa toxina como arma de caça e de defesa são chamadas de cobras peçonhentas.


7 A maior cobra peçonhenta do mundo


A maior cobra peçonhenta do mundoDe todas as serpentes que conseguem injetar o seu veneno, a maior de todas é a impressionante cobra-real, que normalmente pode chegar a 4 metros de comprimento, sendo que foi catalogado uma que chegou a 5,85 metros. Com apenas uma única picada ela consegue matar um elefante de tamanho normal em apenas 4 horas. Nativas do Sul Asiático e da Ásia Meridional, seu nome científico é Ophiophagus Hannah, no qual a palavra Ophiophagus significa “devoradora de serpentes” (pois é, sua dieta principal consiste de outras cobras). Das curiosidades sobre cobras esta é, sem dúvida, assustadora.


6 Um sério problema de surdez


Um sério problema de surdezSim, as cobras não escutam. Porém, como elas conseguem perceber a presença de um inimigo pela visão ou pelo olfato? Simples: por meio da vibração do solo. Inclusive, elas podem sentir essas vibrações a vários metros de distância. Mas, e quanto aqueles encantadores que tocam flauta enquanto serpentes “dançam” na sua frente? Bem, na verdade, pouco importa se eles emitem ou não algum som. O que deixa as cobras “hipnotizadas” é justamente o movimento que os encantadores fazem, simulando os trejeitos desses bichos.


5 A cobra é uma ladra de venenos alheios


A cobra é uma ladra de venenos alheiosA respeito dessas curiosidades sobre cobras, já dissemos aqui que todas as cobras possuem veneno, não é verdade? Mas, isso não significa que todas produzam sua própria peçonha. Por exemplo, a cobra de nome científico Rhabdophis tigrinus é uma serpente originária do Japão que não possui presas inoculadoras de veneno, porém, têm duas glândulas atrás do pescoço com toxinas mortais. Como ela consegue isso? Alimentando-se de sapos, e absorvendo o veneno deles para si. Quanto mais desses anfíbios ela come, mais mortal fica. A toxina que ela guarda, inclusive, pode atingir o sistema respiratório e o coração de uma pessoa adulta em poucos minutos.


4 Serpentes procriando sozinhas


Serpentes procriando sozinhasExistem casos em que certas espécies de cobras não necessitam de machos para procriarem. Na verdade, já se sabe que muitas fêmeas de vertebrados são capazes disso, num processo que se chama partenogênese facultativa. Contudo, cientistas ainda não sabem o que causa esse fenômeno. Em 2012, pesquisadores notaram que alguns tipos de víboras que estavam em cativeiro conseguiram fazer a partenogênese facultativa, e mais ainda: os filhotes que nasceram dessa “reprodução” não eram estéreis, como se imaginava. Uma das curiosidades sobre cobras que está mais pra ficção científica, mas, que é a pura verdade.


3 Usadas como armas de guerra


Cobras usadas como armas de guerraQualquer guerra em si já é um evento traumático em todos os sentidos. Então, imagine só se deparar com um monte de cobras à sua frente em meio a uma batalha? Pois foi isso o que aconteceu na Guerra do Vietnã, mais precisamente nos túneis de Cu Chi, num labirinto que se estendia por cerca de uns 240 km. Tratava-se de um esconderijo e tanto, onde os helicópteros norte-americanos não tinham como localizar os soldados rivais. Estes, por sua vez, dificultaram mais as coisas, carregando víboras com eles. A estratégia era simples: esses répteis eram colocados dentro de varas de bambu. Quando um soldado inimigo aparecia, era golpeado com essa vara, e a cobra de dentro dela atacava quem estivesse pela frente.


2 Cobras gigantes quase dizimaram uma tribo inteira


Cobras gigantes quase dizimaram uma tribo inteiraParece filme de terror, mas aconteceu de fato. No ano de 1962, o antropólogo Thomas Headland foi para Luzon, a maior dentre as ilhas das Filipinas. Estando por lá, montou acampamento junto com o povo nativo da região, chamado de Agta. No entanto, na época, essa tribo estava enfrentando sérios problemas com pítons, e cerca de 25% dos homens do local já tinham sido atacados por essas cobras. Lembrando que esse tipo de réptil pode chegar a 7 m de comprimento, enquanto que o povo de Agta era baixinho (tinham em média 1,5m de altura somente). Em suas pesquisas na região, o antropólogo descobriu que muitos homens tinham severas cicatrizes provocadas por esses bichos, com seis pessoas da tribo tendo sido mortas pelas pítons entre 1940 e 1970. Com o passar do tempo, o povo de Agta migrou para cidades vizinhas, integrando-se à modernidade e deixando o passado de lutas contra cobras para trás.


1 Jiboias podem sentir seu coração (literalmente)


Jiboias podem sentir seu coraçãoPois é, não tem nada de romântico em uma afirmação dessas, não é verdade? Mas, acredite se quiser, quando essas cobras estão enroladas em suas vítimas até esganá-las, elas sentem o coração de suas presas bater, e somente as soltam quando para de ouvir batimentos cardíacos. Foi essa a constatação feita por pesquisadores do Dickinson College, que prenderam simuladores de corações em ratos mortos, e deram para as jiboias comerem. O comportamento que perceberam foi que essas cobras soltavam os roedores quando os simuladores silenciavam.

Como podemos ver nessas curiosidades sobre cobras, elas podem ser assustadoras. Mas, também temos que compreender que se tratam de animais selvagens importantes para o equilíbrio da natureza, já que são predadores naturais de pragas, como ratos, e por aí vai. Claro, se encontrar uma acidentalmente por aí, o ideal é se afastar. Afinal, não custa ter cuidado, não é verdade?

fontes: researchgate, animalsmart, guiadoscuriosos, megacurioso, washingtonpost, meionorte, super, aventurasnahistoria, misteriosdomundo

Deixe seu comentário

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui